Ideias

delitos papais

O escândalo de pedofilia é, certamente, o maior desastre interno que a Igreja Católica já sofreu, desde a Reforma do séc. XVI. Mas não é só Bento XVI que anda na ribalta. O jornalista peruano Eric Frattini, investiga a fundo, os segredos mais bem/mal guardados dos Papas ao longo séculos. Porquê? “não pretende causar “escândalo”. Apenas “promover uma reflexão sobre a necessária reforma da Igreja ao longo dos tempos”.” Contudo, poderá haver factos falsos, já que podem ter sido inventados por inimigos políticos. O livro encontra-se à venda da Bertrand.

“Bonifácio IX deixou 34 filhos”

Martinho V encomendava contos eróticos, que gostava de ler no recolhimento do seu quarto.”

Paulo II era homossexual e Listo IV, que cometeu incesto com os sobrinhos, bissexual”

“Inocêncio VIII reconheceu todos os filhos que fez e levou-os para a Santa Sé. Um deles tornou-se violador. João XI (931-936) cometeu incesto com a própria mãe, violava fiéis e organizava orgias com rapazes.”

Sérgio III teve o infortúnio de se apaixonar por mãe e filha e não esteve com meias medidas: rendeu-se à prática da ménage à troisBento V só esteve no Governo da Igreja 29 dias, por terdesonrado uma rapariga de 14 anos durante a confissão. Depois de ser considerado culpado, fugiu e levou boa parte do tesouro papal consigo.”

João XIII era servido por um batalhão de virgens, desonrou a concubina do pai e uma sobrinha e comia em pratos de ouro enquanto assistia a danças de bailarinas orientais.”

Silvestre II fez um pacto com o diabo. Era ateu convicto e praticava magia. Acabou envenenado.”

Dâmaso I, que a Igreja canonizou, promovia homens no ciclo eclesiástico, sendo a moeda de troca poder dormir com as respectivas mulheres.”

Papa Anastácio, que tinha escravas, teve um filho com uma nobre romana, que se viria a tornar no Papa Inocêncio I (famoso pelo seu séquito de raparigas jovens). Pai e filho acabaram canonizados.”

Leão I era convidado para as orgias do Imperador, mas sempre se defendeu, dizendo que ficava só a assistir. Mesmo assim, engravidou uma rapariga de 14 anos, que mandou encerrar num convento para o resto da vida. Bento VIII morreu com sífilisBento IX era zoófiloUrbano II criou uma lei que permitia aos padres terem amantes, desde que pagassem um imposto.”

Alexandre III fazia sexo com as fiéis a troco de perdões e deixou 62 filhos. Foi expulso, mas a Igreja teve de lhe conceder uma pensão vitalícia, para poder sustentar a criançada.”

Gregório I gostava de punir as mulheres pecadoras, despindo-as e dando-lhes açoites.Bonifácio VI rezava missas privadas só para mulheres e João XI violou, durante quatro dias, uma mãe e duas filhas. Ao mesmo tempo.”

Aqui, podem ler o restante artigo – João Paulo II acusado de ter uma filha secreta, Paulo VI de ser homossexual, Inocêncio X amante da cunhada, Leão X morreu de sífilis, Alexandre VI o incansável em orgias, João XXIII e as violações de freiras, Bento IX de sodomizar animais, Clemente VI de ter um bordel, João XII morto pelo marido da amante.

Enfim, fica apenas para informar do livro de Fettini que, não podendo ser considerado 100% verdadeiro, tem outros factos comprovados anteriormente por diversos historiadores, e algumas confissões de papas e relacionados.




Fonte: jornal i

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s