Notícias

mudam-se os tempos

A partir deste ano, a obrigação de participar no Dia da Defesa Nacional – a única obrigação militar, desde o fim do Serviço Militar Obrigatório – é alargada às raparigas. O número de convocados passa assim para perto do dobro, cerca de 132 135.

É indiscutível a importância deste dia para a recuperação dos valores patrióticos numa geração marcada pela globalização. Não fazia sentido, no século XXI, depois da emancipação e luta pela igualdade das mulheres, manter esta medida exclusiva a homens. As condições de ingresso nas forças armadas são as mesmas para ambos os sexos: contrato de seis anos com possibilidade de ingressar nos quadros permanentes, ou voluntariado anual. A equidade também chega às remunerações, que varia entre 730€ e 1 100€ brutos, com um bónus de 20% por serviço militar. Já nas missões humanitárias internacionais de manutenção de paz, estas rondam os 80€ diários.

Mais uma opção numa altura em que o trabalho escasseia, e um diploma vale tanto como uma cunha.

Fonte: público, visão

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s