Cinema, Imagens

Worth a Thousand VI

Edith Piaf

Françoise Hardy

François Truffaut

Bette Davis

Continue reading

Advertisements
Standard
Cinema

trailers

O novo filme de Danny Boyle, realizador de “Slumdog Millionaire”, “127 Hours”, tem James Franco no papel principal. Worth watching !

Uma das melhores comédias de 2010. Estreou em Sundance.

Excelente filme independente, da produtora IFC Films. Esteve em SXSW e Los Angeles.

Enredo interessantíssimo, trailer que revela demais. Adrien Brody.

O novo de Gus van Sant promete.

Brilhou em Toronto, e atira-se aos Oscars.

Outro candidato precoce aos prémios da Academia. Colin Firth outra vez magistral.

Standard
Cinema

Portugal em crescimento

Portugal está cada vez mais a dinamizar o cinema nacional, e a abrir portas à divulgação do cinema internacional. Ao DocLisboa, IndieLisboa, Motelx, e Fantasporto, o mais conceituado festival de cinema português, ganharam este ano visibilidade mais dois festivais.

No Douro Film Festival, que decorreu ao mesmo tempo que o Festival de Veneza, foram exibidos cinco filmes de homenagem a Sophia Loren, em que Tawny é protagonista: três filmes de Vittorio de Sica; o musical Nine, de Rob Marshall, com Daniel Day-Lewis, Nicole Kidman, Penelope Cruz, Mario Cotillard, Kate Hudson, Judi Dench; Prêt-à-porter, de Robert Altman.

Na Ruby Selection, deu-se destaque a filmes argentinos: o brilhante Babel, de Alejandro González Iñarritu, com Brad Pitt e Cate Blanchet;  o chocante Brokeback Mountain de Ang Lee, com Anne Hataway, Heath Ledger e Jake Gyllenhaal; El Secreto de sus Ojos; e Nanga Parbat.

No Wine&Food Films, Blood into Wine, documentário sobre Maynard  James Keenan; Dinner for Schmuks, já em exibição, com Steve Carell, Zach Galifianakis e Paul Rudd.

No Vintage Selection, os melhores filmes da temporada de 2009/201o. 5x favela, agora por nós mesmos (Brasil); Del amor y otros Demonios (Costa Rica, Colômbia); Io, don Giovanni (Itália, Espanha); kak ya  provyol etim letom (Rússia; brilhou em Berlim); O Último Voo do Flamingo (Portugal, Moçambique); Solitary Man; South of the Border; The Ghost Writer (de Roman Polanski, também esteve em Berlim).

No Colheita de 70, apenas filmes da década de 70: Indagine su un Cittadino al di Sopra do Ogni Sospetto (1 Oscar, 2 prémios no Festival de Cannes,1 nomeação para Globos de Ouro); Patton (1 Oscar e 4 nomeações, 1 Globo de Ouro); Tristana de Luis Buñuel (1 nomeação Oscars).

No Moon Harvest, apenas um filme em exibição, Motorcycle Diaries (1 Oscar, 2 BAFTA, 1 Goya, 3 prémios em Cannes).

Quanto ao Estoril Film Festival, que decore de 5 a 14 de Novembro, conta já com a presença de Lou Reed, John Malkovich, George Clooney, e ainda as hipóteses Kathryn Bigelow, Vincet Gallo e Roman Polanski.

Por enquanto, os únicos filmes ainda anunciados para nomeação para o prémio oficial do festival, são apenas cinco: A Espada e a Rosa, Im Schatten, Aurora, Autobiografia lui Nicolae Ceausescu.

Fora de competição, destaque para The American, Machete, Another Year, e The Kids are Alright.

Haverá ainda duas retrospectivas – de Kathryn Bigelow e Elia Suleiman -, quatro homenagens – Roman Polanski, Chris Marker, Marisa Paredes e Koji Wakamatsu.

Fonte: douro film harvest

Standard
Cinema, Imagens

Imagens do Mundo V

James Dean em Times Square

Década de 50, Times Square, Nova Iorque. Dennis Stock apanhou um James Dean à mercê do duro inverno nova-iorquino, de cigarro na boca.

Morreu aos 24 anos, demasiado novo. Como todos os génios, demasiado cedo. Representava a juventude inconsequente e motivada pelo pós-guerra e Vietname. A sua influência no cinema deve tanto à personificação de rebeldia, como aos três únicos filmes dignos de menção. Apareceu ao mundo em “East of Eden”, um filme do grande Elia Kazan, baseado numa obra de John  Steibeck. A ascensão veio com “Rebel Without a Cause”, com Dennis Hopper e Natalie Wood, e culminou com “Giant”, em que contracenou com Rock Hudson e Elizabeth Taylor.

Conta com duas nomeações póstumas para os Oscars e BAFTA, dois Globos de Ouro e um Jussi. Pode não parecer muito, mas é o record de mais nomeações por filme (dois terços).


Standard
Cinema

papeis icónicos

A revista de cinema Empire decidiu fazer uma sessão fotográfica com as maiores estrelas de Hollywood, re-encenando os seus papeis mais icónicos.

Anthony Hopkins e Jodie Foster - Silêncio dos Inocentes

Sam Neill - Jurassic Park

Christian Bale - American Psycho

Clint Eastwood e Morgan Freeman - Unforgiven

Laurence Fishburn - The Matrix

Keira Knightley e Jame McAvoy - 500 Days With Summer

Sean Bean e Viggo Mortensen - The Lord of the Rings

Mel Gibson - Braveheart

Gerard Butler - 300

Arnold Schwarzenegger - The Terminator

Fonte: Rama’s Screen

Galeria completa aqui

Standard